1 de out de 2015

O "chilique"de Gilmar Mendes





Equilíbrio, virtude do juiz

                                               João Baptista Herkenhoff

          Não se exige do Advogado o equilíbrio. Perdoam-se até mesmo seus excessos. Na defesa apaixonada de um cliente ou de uma tese, o destempero do Advogado, ainda que não seja desejável, deve ser aceito, respeitado e compreendido.
          Já ao Juiz impõe-se o equilíbrio, como virtude inerente a seu ofício. São absolutamente inaceitáveis, em qualquer corte de Justiça, porque contrariam a Ética da Magistratura, atitudes como: a) abandonar o plenário de julgamento, num comportamento infantil semelhante ao da criança mimada, de cujas mãos retirou-se um brinquedo; b) cassar a palavra de um Advogado, mesmo que o Advogado esteja tentando derrubar, com fúria, uma opinião ou voto desfavorável aos interesses do cliente; c) censurar o voto de um colega, divergente do seu voto; d) dar soco na mesa; et cetera.
Quando algum desses episódios ocorre no Supremo Tribunal Federal, a consciência jurídica exige o protesto imediato e veemente.
O equilíbrio não é uma virtude apenas aconselhável aos homens de toga. É obrigatória. Não é preciso ser ilustrado no mundo das leis para entender isto. Qualquer pessoa do povo compreende, intuitivamente, que o juiz é o fiel da balança, que deve ser neutro diante das partes, que deve inspirar confiança e merecer o respeito mesmo daquele que foi perdedor numa causa.
As partes apresentam suas razões e provas. O juiz deve decidir com independência: retilíneo diante dos poderosos, impassível à face das baionetas, invulnerável para eximir-se do contágio da paixão coletiva, compreensivo para ouvir os humildes. Se o furor de uma pessoa é uma fagulha que se alastra, o furor de um magistrado é mais que uma fagulha, é um incêndio, um fogaréu. Para ter domínio sobre os outros (julgar alguém, decidir sobre direitos alheios) é necessário ter, antes de tudo, domínio sobre si mesmo.
Sirva-nos o ensinamento bíblico: “O furor do rei é mensageiro da morte. O homem sábio o apazigua.” (Provérbios, 16, 14).
Quando se trata de optar por valores éticos e jurídicos, o juiz não é neutro. Todo juiz carrega no seu espírito um conjunto de ideias pois que não é um autômato. A opção por valores, a escolha de um caminho hermenêutico, a filiação a uma escola de pensamento, tudo isto é lícito porque o juiz é um ser pensante.
Num momento da vida brasileira, em que as paixões estão exacerbadas, o que é perfeitamente natural no cotidiano democrático, a Justiça deve ter autoridade moral e legal para dirimir os conflitos e serenar os ânimos.
É muito triste quando um magistrado esquece seu relevante papel e rasga o código ético confundindo as solenes salas de julgamento com as mesas de um bar da esquina.
João Baptista Herkenhoff, 79 anos, é juiz de Direito aposentado, escritor e professor. 
E-mail: jbpherkenhoff@gmail.com
* É livre a divulgação deste artigo, por qualquer meio ou veículo, inclusive através da transmissão de pessoa para pessoa.
---------------------------------
Leia mais no site Tijolaço
---------------------------------
Assista ao vídeo em que o ministro Gilmar Mendes abandona o tribunal dando as costas para o representante da Ordem dos Advogados do Brasil.

29 de set de 2015

Unanimidade e Discordância


   

João Baptista Herkenhoff
 
          Quem escreve em jornal está sujeito a receber palavras de aprovação e de reprovação. Quando o articulista registra seu e-mail nos textos, fica implícito que se dispõe a acolher as mensagens dos leitores. Não fosse essa pré-disposição, omitiria o endereço eletrônico, pois a Redação não exige que o mesmo seja revelado. De minha parte, quando os temas que abordo são polêmicos, pululam opiniões contraditórias. Habitualmente respondo as abordagens com boa vontade e prazer. Por diversas vezes aprimorei escritos a partir de críticas recebidas.
          Quando o assunto por sua natureza comporta divergências, as contestações me tranquilizam e me dão a segurança de que estou sendo lido por pessoas que pensam.
          O iconoclasta Nelson Rodrigues disse, com acerto, que toda unanimidade é burra. De fato, a unanimidade é sempre preocupante. Mas faço uma ressalva. Há unanimidades que, se conquistadas num clima de liberdade, debate e contestação, representam avanço ético.
A mim o que incomoda é a unanimidade sem aprofundamento, a unanimidade que se contenta com uma análise parcial dos fatos e despreza o desdobramento que os fatos podem ter. O que me repugna é a unanimidade obtida através do silenciamento das consciências e da pretendida cassação da inteligência, é a unanimidade que a voz única, proferida de Norte a Sul, de Leste a Oeste, pode alcançar.
Causa-me mal estar a acusação sem defesa, o monopólio da fala por uma corrente de opinião, o decreto da verdade.
A desconfiança é uma virtude. Quando todos falam exatamente a mesma coisa é prudente desconfiar, ir fundo, descobrir arestas.
É lamentável quando alguns fatos são enclausurados numa manchete, numa frase sonora, numa palavra de ordem unida (virar à direita, virar à esquerda, descansar armas). Perde-se a oportunidade de um avanço na visão crítica do povo.
          Que sabedoria a Ciência Jurídica transmitiu à Civilização quando estabeleceu o princípio do contraditório como um dos fundamentos do Direito.
        Nenhum réu pode ser julgado sem defesa e a defesa deve ser ampla, geral e irrestrita.
          O princípio do contraditório não prevalece apenas no processo judicial. Ele deve ser acolhido e praticado no debate politico, religioso, ideológico e das questões sociais.
          Quando todos apontam o dedo de condenação contra alguém que foi escolhido como Inimigo Público Número Um, não nos deixemos enganar pela manobra. Procuremos encontrar, onde for possível, a opinião divergente, o voto favorável ao indigitado Inimigo Público.
         Ainda que, no final, nos convençamos de que a maioria está certa, nossa adesão à opinião majoritária terá sido fruto do pensamento livre e não da imposição dos que querem fazer de nós cordeiros obedientes.
 
João Baptista Herkenhoff, Livre-Docente da Universidade Federal do Espírito Santo, é Juiz de Direito aposentado e escritor.
 
* É livre a divulgação deste artigo por qualquer meio ou veículo, inclusive através da transmissão de pessoa para pessoa.

25 de set de 2015

O ódio e a guerra aos meninos pobres do Brasil


Emir Sader


Os meninos jovens e pobres não preocupam as elites políticas, apoiadas numa opinião pública envenenada pela manipulação da mídia privada          

por Emir Sader em 18/06/2015   

De volta ao Brasil depois de muitos anos fora – que incluíram toda a década de 1970, portanto grande parte da ditadura –, o que mais me impactou foi uma cena que vi na televisão. Não me lembro se era uma propaganda ou um ficção. Uma mulher caminhava por uma rua deserta, à noite, com pouca iluminação, quando na direção oposta vem um menininho negro.

À reação espontânea de se debruçar sobre o menino, perguntando onde ele mora, onde ele estava indo naquela hora, como se ele chama, etc, se contrapôs um atitude nova. A mulher se apressa  em cruzar a rua e se distanciar do menino, com evidente medo e pânico mesmo de ser assaltada.

Me dei conta ali que algo de muito profundo tinha mudado no Brasil com a ditadura. Ao invés de gerar piedade, atenção, cuidado, o menino pobre era sinal de perigo. Os meninos pobres do Brasil estavam incorporados às classes perigosas, aquelas que representam risco para a propriedade, para a integridade física dos que possuem bens e se sentem vítimas possíveis de assaltos.

A aprovação, numa comissão da Câmara, da diminuição da idade de maioridade penal, é uma continuação e consolidação daquela atitude. Neste caso, a maioria dos deputados ouve falar de menino pobre e não cruza a rua, mas saca o revolver.

Assim as “elites” políticas, eleitas com o financiamento das grandes empresas privadas, tratam os meninos pobres do Brasil – a grande maioria da infância e da juventude, a maioria da população brasileira. Trata-se de desatar uma guerra aberta, agora com cobertura legal, contra os meninos e jovens pobres. De usar o aparelho legal, além do policial, para condena-los às sórdidas prisões, pelas quais nenhum desses deputados se interessa – porque não são filhos dos seus eleitores, nem parentes dos seus financiadores.

Os meninos e jovens pobres não suscitam atenção e preocupação da grande maioria das elites políticas, apoiadas numa opinião pública envenenada pela manipulação da mídia privada. Suscitam posturas de encerramento nas masmorras, das quais só sairão, se saírem, diplomados pelo crime organizado. Porque nem o Judiciário se ocupa de que a função oficial de recuperação social seja minimamente cumprida. A condenação às prisões é a condenação à morte social. A isso querem condenar agora também os jovens de entre 16 e 18 anos.

A forma como uma sociedade trata dos meninos e dos jovens é a forma como pensa seu futuro. Neste caso, se está excluindo a grande maioria do futuro, reservado apenas aos que se deixam levar pela mentalidade de ódio e de guerra contra os meninos e os jovens pobres do Brasil.

24 de set de 2015

O meu guri




Publicado em 28 de julho de 2007
Vídeo com uma música do gênio Chico Buarque de Hollanda, composta nos anos 80, mas que, infelizmente, até hoje reflete a nossa realidade.

11 de set de 2015

Audiência de custódia


                                  João Baptista Herkenhoff
 

Determinei há quatro décadas, através de portaria, que todo indivíduo preso, no território de minha comarca (Vila Velha, ES), fosse imediatamente trazido ao fórum.

Muitos presos que eram apresentados tinham cometido pequenos delitos e eram colocados imediatamente em liberdade. Outros não eram liberados, mas voltavam à prisão mais seguros porque tinham se apresentado ao juiz. Com toda certeza, não seriam torturados.
O escrivão de polícia Weder Grassi lembrou-me este fato e concluiu que isto era a audiência de custódia, sem este nome. Está certíssimo o escrivão Weber Grassi mas ainda não chegamos, no Brasil, a um tempo em que alguma coisa feita com pioneirismo, no pequenino Estado do Espírito Santo, é reconhecida e proclamada como tal. Apenas o site da Associação dos Magistrados Brasileiros registrou, na época, o que estava sendo feito em terras capixabas.
A Constituição Federal então vigente determinava que a prisão fosse comunicada ao juiz. Raciocinei que seria um aperfeiçoamento da norma constitucional que, ao fazer a comunicação da prisão, a Polícia apresentasse o detido.
Em razão de cuidados como este, nem sempre fui bem entendido. Alguns pensavam que agindo esta forma eu estava sendo defensor de bandidos. A desaprovação de alguns não me incomodou. Só me incomodaria trair a consciência.
          Em tempos de muita violência, o discurso da repressão ganha novos adeptos. Crescem as estatísticas de apoiadores para teses como: redução da maioridade penal; agravamento das penas em geral com as devidas alterações no Código Penal; introdução da pena de morte; maior rigor dos juízes para aplicar as penas já previstas; abandono do princípio da presunção de inocência; adoção ampla do encarceramento e redução drástica de alternativas como liberdade vigiada, prestação de serviços à comunidade, multas; revogação do dispositivo legal que permite aos condenados recorrer de sentenças condenatórias em liberdade etc.
          Sob a ótica do leigo estas ideias parecem eficazes para reduzir a criminalidade. Entretanto, à luz das pesquisas científicas, esses aparentes avanços: ou contribuem para aumentar as taxas de incidência criminal, ou não alteram em nada os índices anteriormente apurados.
 
João Baptista Herkenhoff é juiz de Direito aposentado, escritor e professor.
 
É livre a divulgação deste artigo, por qualquer meio ou veículo, inclusive através da transmissão de pessoa para pessoa.

          

12 de nov de 2014

Projeto O Amor está no ar

 

 

A paz e a felicidade do homem

 Precisamos de paz para viver, pois é com ela e o amor que conseguimos a nossa felicidade. Paz é sinônimo de amor, respeito, fé, união, fraternidade. Com enorme sorriso no rosto mostrando que merecemos sermos felizes com todos, amando uns aos outros. Somos iguais como pelas leis sagradas do evangelho onde só encontramos palavras que nos confortam, preenchem nosso vazio e às vezes chega até a nos emocionar, quando lemos a palavra, sabemos que o coração fala mais forte apesar de ser tão grande, que cabe entre duas mãos fechadas, significa uma máquina de amor e felicidade que é gostoso de sentir, poder gritar em voz bem alta em qualquer lugar, por toda a sociedade, saída forte do coração: “AMOR”.
A felicidade parte de nós mesmos apenas sabemos procurá-la suponhamos que se vivêssemos sozinhos em lugar sem ver ninguém, é claro que é igual um livro fechado, o livro fechado é igual uma rosa sem perfume, não tendo alguém para conversar, palavras de futuro, de amor nos sentimos que ele é um poeta de coração aberto com as pessoas estar de bom humor fazendo com que as estelas brilhem mais forte colorindo todo o universo.
Sinto-me muito feliz mesmo com a vida que levo, pois sou protegido por Deus e os anjos, sinto como um adolescente cheio e repleto de alegrias e muita saúde, levo a vida brincando, procuro não deixar ninguém triste, muitos teriam tudo para ser até um poeta trazendo alegrias e coisas diferentes que não conhecemos.
Poesia é felicidade, é uma música sem instrumentos, não é uma goiaba, é um bichinho que mexe dentro dela, não é uma orelha é uma pulga atrás da orelha, não é uma gaiola com um passarinho dentro, é uma gaiola de porta aberta...
A felicidade faz parte da massa cefálica, é o enorme relógio que nós trazemos dentro de nosso peito, onde voam os valentes do hábito de quem ama.
Sou muito feliz, porém  muito sigiloso, por estar preso na cadeia que me faz sonhar mais ainda e abrisse e me dissesse: “És livre”, mas ainda escolheria ser triturado por esta liberdade por sentir uma felicidade guardada no cofre do meu coração. Se eu tivesse como fazer me escutar um pouquinho entenderia que diria:
Eu quero mesmo ser uma estrela cadente que caiu ao meu lado sem fazer barulho. Onde andarei levarei a maior felicidade de guardar dentro de nós as frases pronunciadas pelo cérebro em segredo.
Por todo trabalho que já passei, eu permaneço com toda paz com minha alma, e sigo meus caminhos sem olhar para trás, sem me importar com as confusões desse nosso mundo um espetáculo maravilhoso.
O que me importa é que estou aprendendo muito mais do que eu sabia e que tenho um bilhão ao meu redor que me queira bem, onde tenho de agradecer por toda paciência, respeito e amor que tiveram comigo e estão sempre me acolhendo de braços abertos. Rogo muito a Deus e peço que os anjos os acompanhem para sempre.
Aluno: Sergio Roberto da Silva Xavier.
------------------------------------------
O AMOR ESTÁ NO AR                            
Está em Deus que enviou o seu filho por nós.
Está no sol que brlha ao amanhecer.
Está na lua que resplandece ao anoitecer.
Está nas estrelas que brilham no céu.
Está nas andorinhas que anunciam o verão.
Nas borboletas junto às flores na primavera.
Em uma flor que produz o néctar ao beija flor.
Em uma abelha que retira o néctar da flor e produz o mel.
No vento que sopra em meio às árvores e nos traz o oxigênio.
No sorriso de uma criança.
No abraço de um amigo.
Em uma palavra de incentivo.
O amor perdoa, não guarda ressentimentos aproxima os seres humanos.
O amor só multiplica e não divide nas pessoas que doam seu tempo para ajudar o próximo.
Nos pais que dão um bom exemplo para os filhos.
O amor existe dentro de cada coração, como uma semente, é preciso apenas cultivá-la para que ela germine, cresça e produza frutos maravilhosos.
Deus é amor e está no ar que nós respiramos, no alimento que alimenta nosso coração, nossa alma e nosso espírito.
O amor esta no ar, mas é possível vê-lo com nossos olhos, ouvi-lo com nossos ouvidos e segurá-lo com nossas mãos, beijá-lo com nossos lábios e amá-lo com nossos corações.
Aluno: Carlos Henrique Araujo Moraes.
-------------------------------------------
O  AMOR ESTÁ NO AR
 
Foi lindo quando percebi o amor tão natural quanto a luz do dia, eu só queria te lembrar que existe dentro de mim uma vontade de beijar sua boca, me faz sentir viva, não importa qual seja o dia você me pergunta pela minha paixão.

Existe um lado bom nesta história, tudo que nós temos a compartilhar tão natural como a luz do dia. Fica comigo então, não me abandona, não hoje, ninguém vai estragar o meu dia sobre isso, por tudo que passamos tenho paz no meu coração.
Sobre você vamos viver e vadiar.
Mas preguiça boa me deixa aqui à toa vamos viver e cantar, pois o tempo é curto e que superamos é infinito o amor que sinto por você é forte de enfraquecer.
Mas quero te mostrar, fazer mais por nós dois, o que importa é a nossa alegria. Repito: fica comigo então não me abandona não, pois isso é tão natural quanto a luz do dia.
Aluna: KELCILENE OLIVEIRA

----------------------------------------
 
  
ABC dos valores:
A – Amizade,
B – Benção, bondade, bonita
C-  Carinho, caridade
D-  Deus, dedicação, divino, dignidade
E-  Esperança, entregar
F-  Família, filho fraternidade
G- Gentileza, gostar
H- Humanidade, humildade
I - Igreja, irmandade, igualdade, infinito
J- Jesus, junto
K- Kiwi
L- liberdade, lembrança, longanimidade
M- Mãe, maravilhoso,
N- Nascer, namorado
O- Orgulho
P- Paz, perdoar, parabéns, pai
Q- Querido- querer
R- religião, renunciar
S- Saudade, sabedoria
T- Trabalho, ternura
U- Unido, união
V- Verdade, vida, vitoria, vivencia
X- Xodó
Z – Zelo
 (Produzido pelos alunos da professora Beth)
---------------------------------------------------
O AMOR ESTÁ NO AR
 
 Hoje falar de amor é muito fácil, pois o amor é delicado um sentimento entre duas pessoas que se completam ou ter amor por um simples objeto. Amar é se libertar, ter vida.., paz interior... Mas percebo que hoje a palavra amor virou comercial, pois veja abaixo um pequeno trecho de uma parábola.
Existia uma ostra, um orvalho e uma lágrima. Elas murmuravam entre si:
 Dizia a ostra: - Nossa eu sou tão feliz que os mergulhadores mergulharam nas mais profundezas do oceano para me encontrar para que eu me deleite no colo das rainhas, princesas e reis, nossa sou demais.
O orvalho escutando tudo aquilo ficou indignado: - Quem é você ostra, olha o que eu sou, desço todos os dias pela manhã para molhar os jardins e pastos verdejantes.
Nesse meio tempo a ostra e orvalho comentavam entre si: - E essa lágrima o que ela faz?
A lágrima olhou timidamente e falou:
- Infelizmente eu sou encarregada do amor e da dor, pois até na face do senhor Jesus Cristo eu já rolei.
A ostra e orvalho não se contiveram e começaram a chorar. Por isso o amor é assim amar ao próximo sem ver a quem.
*Marcos Caetano Alves dos Santos
-----------------------------------------
Qual seria o verdadeiro significado do amor?
O amor é o sentimento maravilhoso que uma pessoa pode sentir pela outra. Quem me dera se no mundo inteiro todos os seres humanos tivessem pequenos sentimentos que fossem amor.
AH! Com certeza conviveríamos com um leve clima de paz no ar.
O ar certamente seria de leveza, pois a paz e o amor estariam dentro de nós. Às vezes, um gesto que a gente faz por outra pessoa pode-se demonstrar que o amor está no ar, como dar um bom dia a um desconhecido, um abraço para consolar alguém que chora, uma palavra amiga mostraria que estaríamos convivendo em paz, e com o amor que está no ar com a graça de Deus e nosso Senhor Jesus Cristo.
“Com o amor estando no ar e convivendo em paz podemos fazer Jesus e Deus se alegrar”.
Aluno: Maicon Almeida Portela

----------------------------------------------
Carta sobre o amor
A suprema excelência do amor para com Deus e a família e até mesmo ao próximo. O ser humano não tem amor a Deus e a sua família, se o homem tivesse o dom da profecia e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência e ainda tivesse toda a fé do mundo de tal maneira que transportasse as montanhas e não tivesse amor, nada seria. E ainda que o humano distribuísse toda a riqueza para sustento dos pobres e ainda que entregasse o seu corpo para ser queimado, se não tiver amor nada disso teria serventia.
O amor é sofredor, o amor é bom, o amor não tem inveja, o amor  trata as pessoas com igualdade, não ensoberbece.
O ser humano que tem amor no oculto do seu coração, não se porta com indecência e não busca os seus interesses, com amor tudo pode tudo crê, tudo espera, tudo suporta o amor nunca falha, o amor é perfeito, pois permanece na Fé, na esperança, na paz e no amor. Dentre os quatro, a maior destas é o amor.
Nome: Vanderlei Jose do Nascimento
--------------------------------------------
O amor está no ar

Vivemos bem com o próximo., respeitando uns aos outros como se fossemos da mesma família. Hoje me encontro dentro de um presídio, mas não é por isso, que vou deixar de amar as pessoas que dividem o espaço comigo e assim posso notar que o amor está no ar.

Apesar da minha caminhada, eu às vezes sempre venho tropeçando e com isso venho me aprimorando a cada dia da minha vida que passo neste lugar.


Aluno: Rogério da Silva Ferreira
--------------------------------------------------

Sei que o amor esta no ar


   O amor é uma das coisas fundamentais na vida do ser humano por que sem ele não se vive, vegeta-se. Também não podemos nos esquecer das outras virtudes que são fundamentais: a felicidade, a confiança, o respeito ao próximo etc.

   Minha história:
Eu sou Wirley Silva, fui uma pessoa sem amor e sem coração não confiava em ninguém, nem na minha própria sombra, eu vivi muitos anos assim, mas hoje eu mudei, encontrei o amor, a felicidade e sei em quem confio porque encontrei a paz, vivo tranqüilo apesar das coisas que estão acontecendo em minha vida, mas isso não vai afetar o amor ao próximo e aos meus familiares.

   Sei que o amor está no ar porque eu tenho quem gosta de mim. Primeiramente vem Deus criador dos céu e da terra e depois o meu filho e minha família. Parece que eu acredito que o amor está mesmo no ar apesar do lugar em que me encontro, mas isso não é motivo para eu desistir, porque além disso tenho a vida inteira pela frente. Por isso digo para todos que o amor está no ar.


Aluno: WIRLEY SILVA
------------------------------------
O amor está no ar

Eu por tanto amor
Eu por tantas emoções
A vida me fez sofrer.
Doce ou com muita amargura no peito.
Manso ou feroz a vida está me fazendo sofrer.
Vejo o amanhecer e o anoitecer.
Numa prisão sofrendo uma grande dor.
Quando me levanto, vejo que estou longe do meu lar.
Quando vou me deitar vem aquela grande dor no peito de estar longe de minha família, eu sinto falta de um abraço apertado, mas só eu sei que o amor é verdadeiro mesmo nesta prisão.
Quando vejo se aproximar o dia da visita, o meu coração vai se abrindo, quando saio pelo pátio e vejo minha família caminhando pelo corredor ao meu encontro, as lágrimas se derretem.
A minha família vem me acompanhando nesta jornada sofrida. O amor é verdadeiro agradeço a Deus por este amor, é o responsável pela paz que habita em meu coração.

Aluno: Antonio Luiz Silva Junior
_____________________________________

O amor está no ar
Com amor e paz: é com este pensamento que encontramos o verdadeiro amor pela vida.
O homem atrás das grades de um presídio descobre que o amor de verdade é sua família.
Mas Deus tem um propósito com ele.
O homem preso pode ter certeza que a pena é longa, mas não é perpétua. Eu era amado por muitos, mas era porque eu tinha dinheiro conforto e um trabalho honesto.
Descobri o valor que tenho que é minha família porque ela chora sofre e da risada com você
Descobri que nossa mãe prende sua vida junto a sua filha também com você.
Olha você descobre que está pagando uma eternidade de cadeia porque são as pessoas que te amam de verdade e lembre-se minha família não só a minha de sangue, mas toda a minha família brasileira.
E lembrem-se mais uma vez que amar é dar-se e dar tudo em troca de nada para fazer o outro feliz.
Dar é oferecer algo de nossa posse um objeto ou uma coisa para isso basta ter.
Dar-se supõe uma atitude que vem de dentro e dedicar-se,  servir,  compreender, dar atenção, ter tempo para o outro enfim viver em função do outro. Para dar-se não basta ter é preciso ser.
Se alguém que ama de fato dá sem impor condições e dar-se-se sem reservas.
Lembre-se que seu amor é Deus e seu pai mãe e seus filhos e uma grande mulher, mas acima de tudo é ter sempre sua humildade, honestidade e esperança e muita paz.
Para todos os nossos jovens brasileiros paz, amor, esperança e acima de tudo nos somos vitoriosos com o amor e paz em nosso coração.

Obrigado por esta simples oportunidade expressar o amor e a paz pela vida.
Amor por minha mãe
Amor por mim
Amor por minha esposa
Amor por meus filhos
Amor por toda a família que carrega dentro de sua casa paz amor e esperança e acredita amor e paz para todos os jovens brasileiros.
E lembre-se nós todos somos vitoriosos com o amor paz e acima de tudo deus sempre fiel.
Este amor feliz é o que tenho por minha mãe, nossos quatro filhos, paz, esperança e o meu trabalho. Quero sair com a cabeça erguida e dar o melhor para a minha família, somos um só sempre com o amor e paz, Somos vencedores por uma vida melhor.

Marcelo Rodrigues do Nascimento Peixoto
-------------------------------------------

REFLEXO DA PAZ AO ENCONTRO DO AMOR
 
   Na carícia de um beijo que ficou no desejo, boa noite grande amor. Amo assim como o brilho as estrelas no céu a brilhar o meu amor por você que tanto lutou pra me fazer feliz.
   Eu te amo e te agradeço por tudo que me ensinou nessa vida, sou grato a você que fez de  mim um homem com capacidade de fazer muitas pessoas felizes e amadas  e é por isso que sou agradecido pelo resto da minha vida.       Independente de tudo que fiz de errado na vida não vou deixar de te fazer feliz e nem vou deixar você sem amor, pois devo esse ensinamento à senhora que sempre esteve do meu lado e me apoiou até  nos maus momentos da vida.
   Mãe, devo a minha vida a você e se sou feliz mesmo preso é porque  eu tenho o meu maior amor e paz  da minha vida que é a meu grande e único  troféu do puro amor a minha Maria Rosa de Oliveira . Mãe te amo!
NOME: Fernando  Luiz de Oliveira------------------------------------------------
 
O Homem atrás das grades do presídio

Ele descobre quem os ama de verdade é a sua família.
Descobre os verdadeiros amigos na sua convivência.
Descobre as verdadeiras mulheres.
Descobre que é fácil estar na rua esnobando dinheiro etc.
Com carro moto etc.
Descobre que quando está atrás das grades, ele vê que tudo o que ele fazia na rua era tudo em vão para muitas pessoas.
O homem preso descobre o seu verdadeiro valor.
O homem preso chora e fica deprimido.
Descobre que está carente e sentindo etc. coisas do amor
O homem preso também aprende a dar valor às verdadeiras pessoas que ama de verdade.
Mas Deus tem um propósito com ele.
O homem preso pode ter certeza que a pena é longa, mas não é perpetua.
Eu era amado por muitos, mas era porque eu tinha fama e conforto, hoje sou esquecido pelas pessoas que amei nesse mundo.
Mas quem me ama são meus filhos e minha mãe.
Nunca me abandonaram na prisão
Descobri o valor que tenho que dar a minha mãe.
Porque ela chora, sofre e dá risada comigo.
Descobri que  prendi sua vida junto com a minha e do meu filho também.
Você descobre que esta pagando 3 cadeias porque são as pessoas que me amam de verdade.
Estou navegando num navio cheio de grades onde procuro a minha liberdade.

Rômulo Assis Moreira          
------------------------------------------------
  
 
O AMOR ESTA NO AR
O amor tudo suporta
   O ser humano que tem amor no oculto do seu coração não se porta com indecência, os seus interesses com o amor tudo pode, tudo crê.
   Com o amor conquista-se a paz, espaço e a família o amor e paz. Hoje eu me encontro neste presídio de Leopoldina, refletindo e colocando a minha cabeça no lugar. Aqui eu já passei por vários momentos difíceis. Já tive muitas perdas. E me sinto um pouco solitário, às vezes o amor e a paz interior é muito importante nestes momentos, eu amo minha família.


ALUNO: Antônio Luiz da Silva Junior



----------------------------------------------------


ACRÓSTICOS

Ainda que esteja longe de minha família
Mas eu tenho saudades
 Infelizmente estou longe e triste
 Zelozo dos cuidados da vida
Acredito em
Deus que
E o nosso pai

Aluno: Jose Reis Silva Santos

_____

          A amizade é tudo
Deus ME AMA
        cOm a união
         Reconheço a paz
         E me fortaleço
      a Fé em
      DEus me faz vencedor

Aluno: Jose Carlos Pereira
----------------------------
 
   Deus me deU paz e amor
  Para viver No
              CamInho certo
   Com a uniÃo
                  SObrevivemos em paz.
 
Aluno: Ronald Silva Rodrigues

---------------------------

 

                A Comunidade
         precisA de paz
        a guerRa tem que acabar
   vamos unIr
                 Nossa família
         Já é Hora
                O amor esta no ar

 Aluno: Gabriel da Silva Fonseca

------------------------------------

              Perdido não está....
 Se confiAr no Senhor
    Há paZ no lar.

Aluno: Antonio Marcos Raimundo

-----------------------------------


Linda quando percebi o amor e felicidade
Iara é o nome dela
Batendo forte no meu peito
Ela me faz feliz, ela é uma
Rainha ela me deu amor e carinho
De mais um dia eu vou ser feliz eu
Amo
Demais, um dia vou ter uma esperança
Eu tenho fé em Deus que eu vou conquistar e vou lutar na vida e vou vencer.

Aluno: Gustavo
-------------------------------------

Aqui não é o fim, mas o começo de uma nova vida

Apesar do lugar em que me encontro quero humildemente falar que o amor está no ar e podemos conviver em paz.
Eu, Cleone Jorge, tenho 26 anos de idade e me encontro dentro de uma unidade prisional em Leopoldina, condenado a 5 anos de reclusão.
Quero escrever esta pequena e verdadeira história que estou passando.
Estou longe de minha família biológica, mas aqui encontrei  outra família e  só tenho que falar que o amor está no ar e aqui nós convivemos em paz e  harmonia uns com os outros.
Assim vivemos dias após dias querendo ajudar a superar os nossos problemas pessoais que temos em nossas vidas porque devemos amar ao próximo como nós mesmos e assim podemos vencer as barreiras e obstáculos em nossas vidas e por isso temos que sempre  lembrar que o amor está no ar e convivermos em paz.
Devemos sempre ter carinho e compreensão com os demais, pois aqui consideramos todos irmãos, não importa a cor nem raça e nem religião, mas sim amor e respeito que temos que passar para todos os outros que se encontram na mesma situação que eu.
 Amando o próximo podemos ter um futuro melhor em nossas vidas. Aqui não é o fim, mas o começo de uma nova vida.
Agradeço esta rica oportunidade de me expressar essas humildes palavras e mais uma vez que o amor está no ar e podemos conviver em paz apesar do lugar em que me encontro, dentro de uma cela fria e sem direito de ir e vir.
Aluno: Cleone Jorge
-----------------------------------------
Peço a ti, Deus poderoso
O altar da criação
E a ti que devo e dedico
Toda minha adoração
Com o seu poder supremo
Me cubra de inspiração
Vou criar o verso de um tema
Que tenho admiração
Emensuravel o prazer de neste momento compor um poema a respeito do que Jesus nos ordenou como a mim eu devo ao próximo  também todo meu amor
 O amor está no ar
Com maior serenidade
O amor não é trapaça
Ele é digno da verdade
Através de Deus nos traz tamanho a felicidade
Vou falar do amor de Deus
Aproveitando momento
Que Deus seu único filho
Que passou grande tormento
E para salvar o mundo
Passou pelo sofrimento
O amor de Deus é lindo
Eu vejo através da cura
Da restauração de um homem
Que viveu na amargura
Até perdoou ladrão
Diz na sagrada escritura
Admirável amor de um casal apaixonado
Cumprindo seu julgamento e os sonhos realizados
Carinho e fidelidade
Sempre junto lado a lado
Amar nossa família
Isto e gesto exemplar e as pessoas amigas também demonstrar
O amor dos filhos para os pais
Obriga obediência
O amor das mães para os filhos
Es das mais doce essência
Isto está em nossos olhos e constatado  na ciências
 
Devemos amar as crianças de todos os continentes
A criança é como uma flor
Linda rara e atraente
Amável inofensivo
Alem de tudo inocente
 
Aqui estou terminando espero a todos agradar
O ser humano e sem vida
Se na vida não amar, mas digo que nunca é tarde para um coração restaurar
Se quiser felicidade sinta que o amor esta no ar
ALUNO: Raphael de Souza

----------------------------------------------------
              EXPEDIENTE

Editora: Maria da Glória Costa Reis
Colaboradora: Elizabeth de Almeida Silva
Diagramação: Amaury da Silva Santos
Site: http://www.nossacasa.net/recomeco/index1.html
Blog: http://jornalrecomeco.blogspot.com  
E-mail: jrecomeco@uol.com.br
Unidade Prisional de Leopoldina
Leopoldina-MG -
-----------------------------------------------------

  Escrever é uma salvação.

Escrever é procurar entender.

Escrever é abençoar uma vida que não foi abençoada.
Clarice Lispector
-------------------------------------------------------------------------------------------