Wikipedia

Resultados da pesquisa

13 de mar de 2013


Relatório mapeia graves violações à liberdade de expressão dos jornalistas e defensores de Direitos Humanos

- Brasil e México -

Brasil:

16 jornalistas e defensores de direitos humanos foram assassinados em 2012 por denunciarem temas de interesse publico. Foram 7 jornalistas e 9 defensores de direitos humanos.

As autoridades brasileiras muitas vezes afirmam que essas mortes são resultado da criminalidade comum. Nosso relatório demonstra que essa afirmação é falsa e revela que em quase 2/3 dos casos, indivíduos foram assassinados por se expressarem. Investigamos 82 casos onde trabalhadores da mídia e defensores de direitos humanos foram vitimas de violência; em 64% desses casos, é grande a probabilidade de que essas pessoas foram mortas por algo que disseram.

Ainda pior, autoridades ou agentes públicos estão diretamente envolvidos na pratica de um em cada 5 dos casos de ataque violento.

ANÁLISE:

O par de relatórios esta sendo publicado pela organização internacional ARTICLE 19, que conduziu entrevistas com vitimas, seus familiares e colegas para oferecer uma cobertura detalhada dos crimes contra a liberdade de expressão. Os relatórios fornecem uma visão única dos ataques ao livre discurso.

Leia notícia completa Article 19

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente