Wikipedia

Resultados da pesquisa

13 de jan de 2011

Professor confessa matar a esposa e continua livre

ETA JUSTIÇA BRASILEIRA

Fica livre porque a JUSTIÇA alega que o professor-assassino-confesso tem endereço fixo, bons antecedentes, trabalha e não oferece mais riscos à investigação.
Isso não é um acinte?
É claro que se fosse de casta desfavorecida (negro, então!) e tivesse furtado, por exemplo, um bombom no supermercado, estaria preso, seria considerado de "alta periculosidade", etc e tal. Mas como só matou...é pouco.

Leiam a notícia completa na Folha de São Paulo (13/1)

Professor simula suicídio de sua mulher

Mais de um ano após enganar a polícia, Claudemir Nogueira confessa ter enforcado companheira dentro de casa. Por ter endereço fixo, bons antecedentes, trabalhar e não oferecer riscos à investigação ele não está na prisão

ANDRÉ CARAMANTE DE SÃO PAULO

O professor Claudemir Nogueira, 45, saiu de casa normalmente na manhã de 23 de outubro de 2009. Da rua, Mica, como é chamado pelos alunos, ligou várias vezes para sua mulher, a fisioterapeuta do Sesi Mônica El Khouri, 37, mas não foi atendido.
Mica também mandou mensagens de texto para o celular de Mônica e, sem retorno, não saiu da rotina de aulas nos colégios Passionista Santa Luzia, em Pinheiros, zona oeste, onde aplicou prova aos alunos, e Rui Bloem, zona sul, um dos melhores públicos de São Paulo.
Foi a mãe da fisioterapeuta quem, por volta da hora do almoço daquela sexta, ligou em pânico para o professor para anunciar: havia achado Mônica morta, na casa onde o casal vivia no Planalto Paulista, zona sul da cidade.
O corpo da fisioterapeuta do Sesi, que era professora de educação física e foi seguir nova profissão após um irmão sofrer um acidente e precisar de tratamento especializado, estava ao lado de um aparelho de musculação.
Mica simulou surpresa e desespero com a tragédia. Num primeiro momento, policiais civis do 16º DP, da Vila Clementino, concluíram o caso como "morte suspeita". Também cogitaram a hipótese de suicídio, o que causou indignação dos parentes.
Um mês após a morte de Mônica,  investigação seguiu para a equipe C-Sul do DHPP, o departamento de homicídios da Polícia Civil, onde a família de Mônica teve a oportunidade de contribuir para elucidar o caso.
Ao cumprir a regra básica de qualquer apuração -traçar o perfil detalhado da vítima para saber quem teria interesse na sua morte, possíveis motivações-, tudo começou a se encaixar.
O DHPP descobriu que Mica, pouco tempo após a morte da mulher, se dedicou para obter a pensão de R$ 2.500 do Sesi, onde ela trabalhava.
Como estratégia, os policiais marcaram uma conversa com Mica em sua casa.
No dia do encontro, 20 de abril de 2010, eles foram surpreendidos com a notícia de que Mica sofrera uma tentativa de roubo e sido esfaqueado três vezes na barriga.
Os policiais investigaram o roubo e descobriram que Mica mentiu. Ele mesmo havia se ferido à faca para não receber a polícia em sua casa.
Chamado para depor sobre a morte de Mônica em 14 de dezembro, Mica surpreendeu os policiais e parentes da fisioterapeuta ao confessar que a matou enforcada.

ALEGAÇÕES
Para tentar se justificar, Mica disse à polícia que Mônica sofria de depressão e que essa tristeza tinha como causas possíveis "dificuldades financeiras" e "uma tendência da fisioterapeuta em assimilar o sofrimento dos pacientes que atendia".
O professor disse que resolveu confessar o crime porque "pensava em Mônica todos os dias e ainda a amava".
Minutos antes do crime, Mica fez uma massagem relaxante em Mônica. Ao perceber que ela havia adormecido, de bruços, ele a enforcou com um corda de varal.
Mica disse ter pego o corpo de Mônica e, para simular um suicídio, o levou até o aparelho multifuncional de musculação da casa.
Para simular não saber de nada, a caminho do trabalho, Mica fez várias ligações atrás da mulher e também mandou mensagens de texto em seu telefone celular.
Depois de detalhar a morte de Mônica, Mica foi embora pela porta da frente do DHPP, livre como entrou.
A lei não prevê a prisão em situações como a que ele admitiu ter cometido. Mica tem endereço fixo, bons antecedentes, trabalha e não oferece mais riscos à investigação.
Dia 17 de dezembro, na reprodução simulada do assassinato, Mica chorou quando repetiu como pegou a corda de varal e a enforcou.

46 comentários:

  1. Anônimo14/1/11

    Meu professor =0

    ResponderExcluir
  2. Anônimo14/1/11

    Não caiu a ficha de que um professor tão bom,praticamente um amigo tenha feito algo do tipo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      ~quem ve cara nao ve coracao!

      Excluir
  3. Anônimo14/1/11

    Só Deus para dar conforto à família da Mônica e tb a este professor que, com certeza, deve estar sofrendo muito... Só Deus e a justiça dos homens é que poderá julgá-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo17/6/12

      Bem , eu era amiga da Monica , e posso garantir que ela faz MAIS FALTA DO QUE ESSE MONSTRO. MATOU UMA MOÇA INOCENTE E DORMINDO E NO OUTRO DIA ESTAVA PEDINDO PENSÃO...POIS É , MATOU POR DINHEIRO E HOJE VIVE DA PENSÃO DELA.

      Excluir
    2. Anônimo13/10/12

      Justica sera feita, nao tenha duvidas.

      Excluir
  4. Anônimo15/1/11

    Gente era meu professor tive aula com ele na 6 serie, 8 serie e no 3 ano, ele era muito bom professor, amigo, um dos melhores mesmo, jamais imaginaria que ele fizesse algo assim! =Z Não vamos deixar de gostar dele, mais isso foi uma coisa muito abalante para nos alunos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      Matematicamente um professor sem nocao.

      Excluir
  5. Anônimo15/1/11

    tive aula com ele no 3 anos de PDM era o melhor. Muito bom professor mesmo! Força Bolinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      Isso mesmo, Forca Bolinha, va sempre em frente LADEIRA ABAIXO .

      Excluir
  6. Anônimo15/1/11

    A MINHA FICHJA NÃO CAIU AINDA.SOU PARENTE DELE.O QUE O MOTIVOU A ISSO.SÓ ELE E DEUS SABE.UMA PESSOA PACATA,CALMO,SÓ POR DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      meu ce era parente e ela era esposa. Nem por Deus

      Excluir
  7. Anônimo17/1/11

    Força ? alguem que mata a propria esposa e voces desejam força ? piada.. realmente uma ótima pessoas aos nossos olhos, mas em dois minutos de loucura o resultado foi esse.. quem sou eu para julgar, mas que a justiça seja feita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo22/3/13

      não ouve 2 minutos de loucura...eu sou amiga da vitima e afirmo que ele tentou antes , foi premeditado..........e muito bem articulado

      Excluir
  8. Anônimo17/1/11

    Nada justifica esse crime, mas não cabe a nós julgarmos, realmente estou chocado, nunca imaginei que ele pudesse fazer isso, não faz sentido. Que Deus tenha misericórdia de sua alma e o perdoe se houver um arrependimento verdadeiro. E que a justiça se encarregue de fazer sua parte, pois esse crime não pode ficar impune.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo18/1/11

    q a justiça seja feita , não entendo pq ele cometeria uma atrocidade dessa quem o conhece sabe q é dificil de acreditar ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, professor de matemática entende bem de números...matou por dinheiro.

      Excluir
  10. Anônimo18/1/11

    nao tem o que falar..ele matou uma pessoa, tem que ser punida,eu estudei no colegio,era bom professor mais errou e errou feio,tem q pagar,tirou uma vida por 2500 reais,tem q apodrecer na cadeia essa marginal,escrotoo,justica seja feita pela familia da monica!!!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo19/1/11

    Tmb fiquei pasma qdo vi a reportagem no Brasil Urgente! Jamais pensei q fosse ele... estava no colégio trabalhando tmb nesse dia, fiquei com dó dele... E no fim, ele que a matou! E daí que ela tava com depressao? Tá certo sair matando todas as pessoas deprimidas do mundo?

    ResponderExcluir
  12. Anônimo19/1/11

    vao se fuderr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      ja ta fudido. alguem duvida

      Excluir
  13. Anônimo20/1/11

    Gostaria de afirmar que de fato ele é um bom professor e uma boa pessoa, talvez a esposa dele realmente estava sofrendo e nunca saberemos a realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      e tem quem acredite em gnomo e papai noel...Acorda

      Excluir
  14. Anônimo22/1/11

    Ele, realmente cometeu um crime e deverá responder por isso - não somente perante à justiça dos homens como tb diante da justiça divina. A questão que fica em mim (e que muito me preocupa)é: o que leva uma pessoa tão pacífica no seu dia-a-dia, tão boa gente a cometer tal ato? Até que ponto estamos tendo uma vida mental realmente saudável? Quanto nosso interior está sendo negligenciado?

    ResponderExcluir
  15. Anônimo23/1/11

    Tive aula com ele no 3º do Ensino Médio no Rui Bloem,é uma boa pessoa,sem dúvidas.Mas ele não poderia ter tirado a vida de uma pessoa.Só Deus tem esse direito.Nos somos humanos,nos erramos,e em um momento desesperador,infelizmente ele acabou cometendo esse crime.Todos temos altos e baixos.Mas nada justifica e a justiça tem que ser feita! Eu não estou acreditando até agora.Ele é uma ótima pessoa,a gente brincava,ria juntos...Que tristeza.Estou muito decepcionada.Espero que Deus o perdoe se ele realmente se arrependeu do que fez.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo29/1/11

    Nada justifica esse crime, mas não cabe a nós julgarmos, realmente estou chocado, nunca imaginei que ele pudesse fazer isso, não faz sentido. Que Deus tenha misericórdia de sua alma e o perdoe se houver um arrependimento verdadeiro. E que a justiça se encarregue de fazer sua parte, pois esse crime não pode ficar impune. (2)

    não consigo compreender!

    ResponderExcluir
  17. Anônimo10/2/11

    É meu professor, nao acredito

    ResponderExcluir
  18. Anônimo17/2/11

    Não creio que uma pessoa possa se tornar má de uma hora para outra, por isso defendo aqui esse que é meu amigo desde a adolescência. Ele é uma excelente pessoa, assim como toda sua família, todos muito trabaladores.Qualquer que fosse a dificuldade financeira que ele estivesse enfrentando, ele não mataria por tão pouco dinheiro.
    O que tenho certeza que aconteceu, foi dele ter sido acometido por um surto devido`a vida estressante de professor, atrelada talvez a problemas financeiros e à depressão, seja dele ou da esposa, a quem ele amava muito. Força Mika!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/7/12

      Se voce pensa assim, tomara que nao seja um professor e que nunca a falta de dinheiro seja o seu problema, caso contrario mais uma pessoa corre risco de vida- alguem da sua familia . POis a mim me parece que voce banaliza demais os motivos de ASSASSINAR o outro. Muito feio isso, viu:(

      Excluir
    2. Anônimo13/10/12

      Nao sei... pensar que alguem mate por stress... por ser professor... por nao ter dinheiro... e banalizar a vida! Se e casado e tem filhos, coitado da sua familia... Nao lhe parece muito insano justificar um assassinato por essas bobagens:!( so se ele for drogado

      Excluir
    3. Até parece né???? Coitado! Leve pra sua casa!😡

      Excluir
  19. Anônimo7/4/11

    Que "força Mica"??? Vcs estão doidos!! Cade a frase, força mãe, pai, irmã, irmão, amigos da Monica El Khoury???? Um assassinato premeditado, frio, covarde, dissimulado, e com certeza admitiu a autoria, por conhecer a lei e ter um advogado que o orientasse e ciente que sairia pela porta da frente,mas sua alma tb irá entrar pela porta da frente do inferno!! O pior inimigo é aquele em quem confiamos e achamos bom, honesto, amigo, ainda tem coragem de dizer que ela tava com depressão??? Com certeza ele fez tudo isso pq ela queria se separar dele!! Covarde e cruel, pensam como todos homicidas, eu não tenho, ninguem vai ter, não vai me abandonar!! Mas o consolo é que a cadeia e o inferno serão a própria mente dele!! Parem de passar a mão na cabeça desse assassino!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo7/4/11

    Ele é excelente pessoa, chama ele pra ser seu cunhado!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Anônimo7/4/11

    Que culpa da profissão, problemas financeiros, conversa fiada, milhões passam por isso, e nem por isso matam seus companheiros e vão trabalhar. Surto... fazer massagem com óleo, esperar dormir, pegar varal, descer o corpo... surto nada!!! Tudo friamente calculado!!!!!! assassinoooooo

    ResponderExcluir
  22. Anônimo25/7/11

    Quem ama quer o melhor para a pessoa amada,independente se vai continuar a ser o cônjuge dela ou não.Realmente o que falta é amar o outro como a si mesmo.Coisas como esta acontecem porque falta estar unido a verdadeira fonte do amor que é Deus.A justiça humana falha,mas certamente a justiça divina chega mais cedo ou mais tarde porque de Deus não se zomba.

    ResponderExcluir
  23. Anônimo15/9/11

    Assassino, Assassino,tem que arder no inferno. Matou a companheira enquanto dormia, covardemente. Premeditou e calculou (prof. de matemática?)tudo.
    Cadê a Justiça?? Ele tem que pagar pelo crime horrível que cometeu. Vai ser preso, sim.
    Tirou a vida de uma moça (37 anos) boa e linda, de um sorriso maravilhoso.
    Ele morria de ciúmes dela. Se mantinha na condição de professor estadual, onde ocultava seu fracasso pessoal. É um Monstro.
    Que Deus dê forças à família da vítima, que não merecem passar o que estão sofrendo.Sinto muito pela Mônica .

    ResponderExcluir
  24. Anônimo31/10/11

    NUNCA,JAMAIS VI UMA COISA DESSAS .FORÇA? MEU MELHOR PROFESSOR? PACATO? E DAÍ? MATOU MENTIU E CHOROU ,GENTE ACORDA BRASIL,CRIME BARBARO,COM DIREITO A RELAXAMENTO COM MASSAGEM PRÉ ASSASSINATO,SENHORES DA LEI REVISEM ESSA BARBARIEDADE,MORREU INDEFESA,.PSICOPATA ,AQUELE SER INOFENSIVO, Q DE REPENTE PÁ MATEI,TENHO RESIDENCIA FIXA BONS ANTECENDENTES!!!!!!FRACASSADO,BONZINHO,OOOOTIMO MATEMATICO ,ESSE CASO DEVE SER EXAUSTIVAMENTE COMENTADO NA MÍDIA,PELO AMOR DE DEUS ! ESSA MOÇA FOI MORTA FRIAMENTE,E ELE CHOROU ,CHOROU CHOROU CHORARÁ .VAMOS LEVANTAR UM CLAMOR NA MIDIA GENTE!.

    ResponderExcluir
  25. Anônimo8/12/11

    Alguém sabe se ele ainda é professor do Rui Bloem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo27/3/12

      Posso ssegurar que não. Sou professora lá, enunca mias o vi por la. Segundo a Diretora ele pediu exoneração.

      Excluir
  26. Anônimo14/4/12

    O pior castigo para um assassino imagino que ocorra nos seus momentos de lucidez quando vem a memoria a atrocidade que cometeu... Por mais frio e calculista imagino que ao findar do dia , ao colocar a cabeca no travesseiro, fantasmas do passado, lembrancas do crime cometido devem rondar sua caixa craniana. E as memorias dos anos do relacionamentro do casal?... nao devem desaparecere como nuvem, pelo contrario... ah, essas devem povoar ... retumbar a cabeca do assassino!!! E qual seria o adjetivo mais adequado para ele? Mente insana? personalidade cruel ? um fraco de valores ? um sem principios morais? um sem carater? um porco chovinista? um determinado? doido varrido? Seja qual for o perfil que melhor se encaixe deve vir sempre seguido da palavra CRIMINOSO!!!! Do tipo assim: Meu melhor professor CRIMINOSO! Pacato e Amigo CRIMINOSO!!!! Otimo professor CRIMINOSO!!! E no caso dele eh um criminoso que perdeu muito. Perdeu a companheira, perdeu a familia, perdeu o sossego, perdeu a paz, perdeu a vergonha, perdeu a vida eterna... mas ainda nao perdeu o direito de ir e vir? Eh ,ainda usufrui o mesmo direito de estar vivendo como o mais honesto, o mais justo e limpido cidadao!! A justica dos homens tarda mas nao falha, mas a de Deus eh implacavel... . Foi por Deus que ele nao perdeu a sanidade nem a memoria. E Deus tambem ja permitiu que ele tenha uma vida muito longinqua sempre com muita lucidez,com excelente memoria para viver o resto dos tempos com sua alma envolta pela escuridao, pela culpa, e pela tortura da lembranca. Eis o seu pior castigo. Voce ja foi agraciado pela frio, escuridao e pelo desprezo. Que assim seja!

    ResponderExcluir
  27. Anônimo12/5/12

    Matou por dinheiro? para receber pensao alimenticia? pode ser....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo13/10/12

      matar por pensao...um bom castigo e que ess pensao alimenticia lhe dë dor de barriga e diarreia todo dia. Eu voto pelo sim!

      Excluir
  28. Nossa...o que mais me espanta, é que o número de mulheres mortas pelos companheiros está crescendo muito nesses últimos anos. Aqui em Brasília, saiu uma matéria falando sobre o alto número de homicidios desse tipo.Meu Deus...temos que ter cuidado,esse professor é um psicopata.

    ResponderExcluir
  29. Anônimo12/3/13

    Esse professor, esse coitadinho como dizem alguns, esta se saindo um tremendo dum pilantra! Ninguem pode negar que eh diplomado e pos graduado em maldades. Matou, passou a mao na pensao, mentiu, enganou os alunos, disfarcou de todas as formas, chorou.
    Merece ser julgado, condenado e Cadeia do Tremembe para ele. Certo que vai entrar pa turma dos Nardone, daquela que matou e esquartejou, daquele que matou os pais, dos Cravinhos. Todos idoneos e respeitados cidadaos.

    ResponderExcluir
  30. Anônimo18/3/13

    BEM CONCENTRADOS OLHEM NA FIGURA DESSA CRIATURA . SE OBSERVAREM BEM E ANALISAREM DESDE QUANDO ERA ADOLESCENTE QUEM CONVIVEU VAI PERCEBER QUE SEMPRE FOI UMA PESSOA COM TRANSTORNOS DE PERSONALIDADES COM SINDROME DE INFERIORIDADE, SEMPRE TENTANDO SE MANTER NO MEIO DOS JOVENS COMO O LEGAL E O COMPREENSIVO PARA PODER NA REALIDADE MASCARAR O PSICOPATA QUE SEMPRE FOI,. ACHA UMA MOÇA DE FAMILIA BONITA ESTUDADA, FOI AI QUE PELA PRIMEIRA VEZ NA VIDA SE VIU GENTE.. NAO DEU VALOR .. AI PERDEU E PERDER MEU AMIGO TAMBÉM E PARA POUCOS POIS PARA ISSO TEM QUE APRENDER A PERDER... A VIDA DELA A COISA MAIS PRECIOSA E QUE POUCOS AQUI SE DAO CONTA NAO VOLTA MAIS .....

    ResponderExcluir
  31. Anônimo31/7/14

    Chega de tanta impunidade! Cadê os direitos da família dessa mulher que foi assassinada! Esse cara têm que voltar para a cadeia e apodrecer lá! Não pode haver impunidade para os estupradores e assassinos de mulheres e crianças! É pena de 100 anos até o fim da vida!

    ResponderExcluir

Comente