Wikipedia

Resultados da pesquisa

9 de jun de 2011

A homenagem merecida para João Baptista Herkenhoff

O artigo Eu confio em você do nosso caro colaborador Dr. João Baptista Herkenhoff recebeu um comentário da leitora Geórgia Rosal que merece ser relembrado, embora escrito em 2009.

Caríssimo Dr. João Batista,
o nome do meu futuro filho será João, certamente! Antes mesmo de ler o livro de sua autoria "Mulheres no banco dos réus", e compactuar de suas honoráveis ideías, as quais contagiaram o meu ser, atingindo a minha alma, o meu coração, eu já tinha esse desejo, agora então, a única coisa que faço é imaginar o dia em que poderei dar o meu abraço no homem que me trouxe esperanças de que Jesus Cristo não morreu em vão naquela cruz, pois Ele se revela nas suas decisões a cada caso concreto apresentado pelo sistema jurídico, o qual somente poderá ser reformado com o uso da técnica do coração, da humanidade e da justiça, simples e pura justiça. Obrigada Excelência, pela sua enobrecedora existência.
Geórgia Rosal
--------------------
João Baptista Herkenhoff respondeu:
Vitória, ES, junho de 2011.
Quero agradecer a Geórgia Rosal o maravilhoso comentário a respeito do meu trabalho como Juiz de Direito.
A palavra de Geórgia é um grande estímulo para mim.
Tudo que fiz de mau foi fruto de minha fraqueza.
Tudo que fiz de bom foi sopro da Luz Divina.
Cordialmente,
João Baptista Herkenhoff
e-mail: jbherkenhoff@uol.com.br
homepage: www.jbherkenhoff.com.br
5/6/11
======================

Nota do dia
No Plenário da Câmara, o deputado federal Delegado Protógenes (PCdoB-SP) afirmou estar a República Brasil ameaçada e vivendo momentos de incertezas. Ele lembrou os mais de 400 bombeiros, pais de família, presos no Rio de Janeiro por reivindicarem direitos assegurados pela Constituição Federal. Enquanto isto, a “justiça” brasileira solta e protege um banqueiro bandido condenado a 10 anos de prisão, multado em RS 12 milhões e com um bloqueio de R$ 3 bilhões por desvio de dinheiro público e crime financeiro. Finalizou o parlamentar: “Este é o Brasil de hoje!”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente