Wikipedia

Resultados da pesquisa

23 de jun de 2011

Mais benefícios para juízes?

O corporativismo no Judiciário
● Lamentável a decisão do CNJ de ampliar os imensos benefícios já concedidos aos juízes, e que trará aumento de gastos para os cofres públicos. Deveria ser combatido o “espírito de corpo” e ninguém deveria legislar em causa própria.
O CNJ concedeu aos magistrados os mesmos benefícios dos membros do Ministério Público Federal, como licença-alimentação, 20% de indenização por duas férias seguidas sem gozo, licença remunerada para cursos no exterior, licença para tratar de assuntos particulares etc.
É um absurdo que, no Brasil, juízes e promotores tenham 60 dias de férias anuais! Todos são iguais perante a lei, e essas distorções contrariam o espírito republicano e o princípio da igualdade.
É preciso combater privilégios e mordomias descabidos e que oneram pesadamente a sociedade com seus altos custos. Precisamos é melhorar a qualidade dos serviços prestados pelo Judiciário, que é lento, caro e ineficiente.
RENATO KHAIR
São Paulo, SP

Um comentário:

Comente