Wikipedia

Resultados da pesquisa

24 de abr de 2008

A volta do prefeito

“Conheci o inferno. Acho que Deus me colocou lá para ver o que é o sistema prisional deste país” (Prefeito Alberto Bejani falando sobre os dias presos)
Além de dinheiro e carros, com o prefeito foram apreendidos um revólver, duas carabinas e duas pistolas, uma delas, segundo PF, de uso restrito das forças de segurança. Bejani confirmou que a pistola foi dada de presente pelo ex-detetive da Polícia Civil, Mauro Fusco, e que arma tem calibre 380, de posse permitida no Brasil. O prefeito também falou sobre os 14 dias em que ficou detido na penitenciária Nelson Hungria.
Perguntas:
- Por que o prefeito tinha tanta arma dentro de casa?
- Por que um policial daria uma arma de presente a um prefeito?
- O prefeito disse que vai explicar o milhão de reais "debaixo do colchão", por que não explicou ainda? Está pensando num plano?
- Autoridade, como a mulher de César, não basta ser honesta, tem de parecer honesta. Como uma autoridade com acusação tão grave ainda é recebido com foguetório na cidade? Brasileiro tem afinidade com a corrupção?
NOTA
Trago este tema sobre o prefeito Alberto Bejani de Juiz de Fora, não por razões políticas, porque sou totalmente alheia a política "partidária", mas pelo vínculo com a minha luta por justiça e contra a impunidade dos poderosos no país.
Trabalho com presos, sinto na carne a dor de conviver com a realidade de homens e mulheres com suas vidas destruídas ao serem presos por qualquer delito e ficarem mofando em prisões sub-humanas, sem direito de defesa e à revelia da Lei de Execução Penal que não é cumprida pelos próprios agentes da lei.
É revoltante e enojante quando vemos que quando se trata de "figuras da elite" (elite de quê?) a justiça é ágil, compassiva e generosa. Justamente com aqueles que mais se devia cobrar, já que tiveram oportunidade e condições de serem éticos e honestos, já receberam da vida mais do que o quinhão a que todos deveriam ter direito nesta vida.
Lembrando Fernando Sabino:
"Para os pobres, é dura lex, sed lex. A lei é dura, mas é a lei. Para os ricos, é dura lex, sed latex. A lei é dura, mas estica."
E como estica...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente