Wikipedia

Resultados da pesquisa

8 de out de 2007

Artigo do Ferréz na FSP

Não vá o sapateiro além da chinela

Em seu artigo "Pensamentos em correria", na Folha de São Paulo, dia 8/10, em contraponto ao badalado artigo do Luciano Huck, ("Pensamentos quase póstumos", 1º/10), o Ferréz se ferrou ao fazer um comentário estapafúrdio sobre educação, referindo-se à falta de escolaridade do assaltante: "Teve educação, a mesma que todos da sua comunidade tiveram, quase nada que sirva pro século 21. A professora passava um monte de coisa na lousa -mas, pra que estudar se, pela nova lei do governo, todo mundo é aprovado?".
É impressionante como todo mundo se mete a palpitar sobre educação, como donos da verdade, repetindo o que ouvem por aí, sem questionar a veracidade dos fatos.
Primeiro que o grande entrave da nossa educação não é a aprovação, mas sim a cultura da repetência que se instalou na escola pública.
Segundo que, se a lei é nova, como diz o autor, como o jovem assaltante já foi atingido pela lei e deixado de estudar por causa dela?
Terceiro que, estatisticamente, os alunos carentes se evadem da escola, não por serem aprovados, mas sim pela repetência em excesso.
Aplica-se, então, ao artigo do Ferréz, o conhecido e sábio ditado: "Não vá o sapateiro além da chinela".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente