Wikipedia

Resultados da pesquisa

20 de ago de 2007

Textos dos detentos

A seguir os textos dos detentos da Cadeia Pública de Cataguases, publicados na edição 134 do jornal Recomeço .

Laura Bárbara Lacerda Oliveira

Carta ao Prefeito de Cataguases
Cataguases, 16 de Julho de 2007
Exmo. Senhor Prefeito Dr. Tarcísio Henriques

Venho respeitosamente através desta carta dizer que ando muito preocupada com a minha saúde e a de todos que aqui se encontram. Porque, mesmo a cadeia sendo dirigida por um delegado muito eficiente e humano, aqui nós estamos tendo muitos problemas de saúde que já causou até a morte de uma pessoa.
Então, eu gostaria de fazer um pedido que, se tiver de comum acordo com o Senhor e as autoridades, que se possível colocar um Agente da Saúde para fazer uma visita para nós, pelo menos de 15 em 15 dias. Muitos de nós não temos visita e fica difícil para marcar consulta e para conseguir os remédios que o médico nos receita.
Ficarei por aqui com os meus agradecimentos e que Jesus abençoe o Senhor, as autoridades e a todos que têm nos ajudado.
Laura Bárbara Lacerda Oliveira

Agradecemos os cobertores
Venho, em nome de todos os detentos da cadeia pública de Cataguases, agradecer primeiramente à Dora, que foi intermediaria dos pedidos de cobertores, às Assistentes Sociais e ao diretor da Cadeia Dr. Rodrigo, que distribuiu para todos que necessitavam. Agradecemos em especial ao prefeito Dr. Tarcisio que atendeu de imediato a nossa necessidade de cobrir do frio.

.................................................................
Todos os detentos

INDIGNAÇÃO COM O SISTEMA DE SAÚDE DOS PRESOS DE CATAGUASES

Todos os presos da cadeia de Cataguases estão indignados com o pouco recurso de saúde, pois o preso pede escolta por estar passando mal e essa escolta só é marcada uma semana depois. Se for caso de morrer o preso, vai morrer, porque as autoridades não estão nem ai, às vezes até chegam a falar que não tem jeito, pois não tem viatura para levar o preso ao médico.
Deveríamos ter um médico e um consultório de emergência ou uma viatura disponível só para levar o preso ao médico, pois a demora pode ser fatal.
Esses são alguns dos problemas que nós temos que enfrentar, mas a sociedade não está nem ai pra nós todos. Ela tem aquele preconceito que preso tem mais é que sofrer.
Sofrendo, todos nós já estamos, não só aqui, mas em todo o país, pois somos tratados como animais. Até a comida é feita à moda Bangu: arroz cru, carne com mau cheiro, café igual à água de batata.
Nós somos seres humanos, queremos um pouco de respeito e dignidade. Se essas coisas não melhorarem já está ficando difícil, pois não há recuperação sendo tratados como animais.

Assinado:
Todos os detentos da Cadeia de Cadeia de Cataguases.
................................................................

Rodolfo de Moura Gonçalves
Não estamos sós


Meu nome é Rodolfo de Moura Gonçalves, tenho 27 anos, sou natural do Rio de Janeiro. Estou preso em Cataguases. Venho relatar o apoio e a ajuda por parte da professora Beth e da APAC na ajuda aos presos com pedidos de sete dias, no desenvolvimento de processos e, principalmente, com medidas sócio-educativas como ensino e trabalhos de artesanato.
Todos nós agradecemos a presença de vocês, porque se já é ruim com vocês e fica pior e impossível sem vocês.
Se não tivéssemos a ajuda da D.Beth, muitas crianças passariam o dia 12 sem pai para abraçar. Vou terminando fazendo um apelo para que não deixem de nos ajudar, pois têm muitos que dependem só de vocês. Desde já meus agradecimentos e de todos os irmãozinhos da Cadeia Pública de Cataguases à professora Beth.
Está aqui meu reconhecimento em saber que não estamos sós.
....................................................................

Marley
Vida nova daqui pra frente

Minha vida mudou completamente depois de eu ter vindo preso, mas graças a Deus tudo está correndo bem. Um tempo atrás tinha vindo uma cadeia de 20 anos, mas Deus iluminou a minha advogada e a minha cadeia caiu para 13 anos. Se Deus quiser, eu vou tirar a minha cadeia tranqüilo e sair desta de cabeça erguida.
Começa uma nova vida daqui pra frente, se Deus quiser. Valeu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente