19 de jun de 2008

Presídio do Maranhão

A LEI DA BARBÁRIE
Foto de Tiago Brandão do site PHOTOGRAFOS

No Maranhão, superlotação, tortura e negligência em um dos piores presídios do país
Como disse o ministro Marco Aurélio, as prisões brasileiras fariam enrubescer nazistas. O tamanho da infãmia nos faz constatar que vivemos tempos terríveis de desvalorização da vida humana. É inconcebível o que acontece no sistema penitenciário brasileiro e mais inconcebível que a sociedade se mantenha alheia a esse holocausto da nossas classes empobrecidas. Postei ontem aqui que já estamos caminhando para meio milhão de presidiários no país. E temos alertado para, além do crime contra a humanidade que, um dia, os responsáveis terão de responder, para o fomento da violência que isso representa. Estamos "criando cobras". Como escreveu o poeta Augusto dos Anjos em seu poema VERSOS ÍNTIMOS:
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.
Para ler a matéria clique aqui
Nota: a foto não é desta matéria, é de uma revista na cadeia de Franca, SP, em 2006.

Um comentário:

  1. Também mpostei essa mnotícia em meu Blog. Quanta hipocrisia, desses senhores corruptos e engravatados! Gostaria de vê-los em uma dessa prisões por uma semana, comendo o que comem os presos, em uma cela superlotada sem ter o que fazer, sendo torturados.

    ResponderExcluir