Wikipedia

Resultados da pesquisa

26 de mai de 2008

Até legista particular...

Legista contratado por família Nardoni sustenta que não houve asfixia. Falta pouco para chegarem à conclusão de que Isabella não morreu. É tudo piroctequinia da imprensa.
Não dá para entender. Para nós, que trabalhamos com o sistema prisional e convivemos com uma realidade absurda e cruel de ver milhares de pessoas jogadas em nossas prisões medievais por qualquer indício de furto (de um celular, uma margarina, um chocolate, etc) por posse de droga, por envolvimento em brigas, e até crianças que pulam muros, como na postagem CRIANÇAS APENADAS, é de dar engulhos termos de assistir a toda essa defesa surreal quando se trata de assassinatos ocorridos nas classes privilegiadas.
Essas pessoas zombam da justiça e da sociedade. Não há nada que as detenha. A Globo, que não faz nenhuma manifestação diante de um número incontável de "suspeitos" mortos pela polícia nos morros e periferias deste país, cede horas do seu valioso horário televisivo para essa família usar de todas as falácias para defender filho e nora "suspeitos" de um assassinato brutal.
E a justiça, que interfere em tudo neste país, cuja corte superior decide até sobre briga de cachorros, assiste quieta ao espetáculo degradante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente