Wikipedia

Resultados da pesquisa

21 de mai de 2008

Presos em caminhão-baú

BARBÁRIE
Dois detentos ficaram no assoalho do veículo, vigiados por investigadores armados do lado de fora, em Ribeirão Preto (SP), noticia o jornal. O local não possui nem ao menos cadeiras e lugar para ir ao banheiro.
O interessante nessas notícias é que a imprensa não informa o mais importante: porque essas pessoas foram presas em condições tão desumanas. É óbvio que o leitor deduz que os presos são pessoas pobres e que o "crime" não é assassinato, pois se fosse homicídio responderiam em liberdade como é costume no país. Deve ser o hediondo crime de um celular, ou posse de alguma droga, como também é costume uso de prisão neste país.
Nota: Segundo João Rinaldo Machado, presidente do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo, todas as cadeias do interior operam com 70% a 120% de superlotação.
É hora de mais uma vez lembrar VIDA DE GADO, do Zé Ramalho:
Vocês que fazem parte dessa massa
que passa nos projetos do futuro
é duro tanto ter que caminhar
e dar muito mais do que receber
e ter que demonstrar sua coragem
à margem do que possa parecer
e ver que toda essa engrenagem
já sente a ferrugem lhe comer
eh! oh! oh! vida de gado
povo marcado eh! povo feliz...

lá fora faz um tempo confortável
a vigilância cuida do ¨normal¨
os automóveis ouvem a notícia
os homens a publicam no jornal
e correm através da madrugada
a única velhice que chegou
demoram-se na beira da estrada
e passam a contar o que sobrou
eh! oh! oh! vida de gado
povo marcado eh! povo feliz...

o povo foge da ignorância
apesar de viver tão perto dela
e sonham com melhores tempos idos
contemplam esta vida numa cela
esperam nova possibilidade
de verem esse mundo se acabar
a arca de noé, o dirigível
não voam nem se pode flutuar
não voam nem se pode flutuar
eh! oh! oh! vida de gado
povo marcado eh! povo feliz...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente