Wikipedia

Resultados da pesquisa

11 de mai de 2009

Elie Wiesel

Que minoria você escolheria?
Segue uma das perguntas e a respectiva resposta de Elie Wiesel na entrevista que li no blog DOIS EM CENA:
Se o senhor pudesse salvar uma minoria de todo o preconceito e sofrimento, que minoria escolheria?
É preciso pensar, porque há tantas. Escolheria os ciganos da Hungria, da Romênia, de várias partes da Europa. Acho que os escolhi apenas porque li há poucos dias uma reportagem no New York Times sobre as dificuldades que eles estão enfrentando, e o assunto ficou na minha cabeça. Na verdade, não acredito que se possa lutar em defesa de uma minoria. Luta-se por todas elas.
* É uma pergunta muito pertinente, uma vez que, como disse Elie Wiesel: há tantas. Lembrei-me da pergunta que muitos me fazem sobre a minha escolha pelos presidiários. Por que escolhi este segmento tão desprezado, esquecido e até odiado, sem nenhum disfarce da sociedade? Por mais que outras minorias sofram preconceito e sofrimento, há um limite para, pelo menos, demonstrar isso publicamente. Ninguém pode, ou teria o displante de, através de algum meio de comunicação, expressar o ódio que sentem contra judeus, negros, ciganos, homossexuais, pobres, mendigos, etc, enfim os inúmeros segmentos da comunidade humana que são perseguidos e maltratados por seus semelhantes.
Mas contra os encarcerados, podem. Sem nenhuma barreira, nenhum protesto, nem manifestação por parte de quem quer que seja. Chegam ao cúmulo de até pedir a morte dessas pessoas, em qualquer meio de comunicação, embora isso configure crime, sem que haja reação das autoridades responsáveis pela afronta à lei.
Daí que não existe minoria mais necessitada de defesa e urgente tentativa de salvação do que os PRISIONEIROS. Principalmente, no Brasil.
Não sou religiosa, mas admiro Jesus Cristo como um dos homens mais sábios e perfeitos que a humanidade já produziu. Uma das constatações disso é que ELE, há mais de 2000 anos, profetizou que a prisão seria a mais definitiva e cruel forma dos homens segregarem seu semelhante e deixou um alerta para que víssemos no rosto do prisioneiro o seu próprio rosto, que ao se prender e torturar um ser humano, estariam a prendê-lo, torturá-lo e crucificá-lo novamente.
E, no entanto, desobedecem ao próprio Cristo os que se dizem cristãos, ao prender, torturar e até matar os que consideram à margem da lei. Desobedecem ao próprio Deus, já que acreditam na sua divindade.
------------------------
PS
Começar
Elie Wiesel*

Mas, onde eu devia começar?
O mundo é tão vasto,
começarei por meu país, que é o que conheço melhor.
Meu país, porém, é tão grande.
Seria melhor eu começar por minha cidade.
Mas minha cidade também é grande.
Seria melhor eu começar pela minha rua.
Não: minha casa.
Não: minha família.
Não importa, começarei por mim mesmo.
----------
*Prêmio Nobel da Paz em 1986

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente