Wikipedia

Resultados da pesquisa

14 de jun de 2007

6 anos do Recomeço

Edição 132 - Junho de 2007

Neste mês, o jornal Recomeço completa 6 anos de publicação, tendo iniciado em junho de 2001. Todas as edições anteriores estão no site http://www.jornalrecomeco.com/, onde o jornal é publicado em sua forma impressa. Seguem, a partir desta postagem, o textos dos detentos da edição 132, iniciando com Samuel Teodoro, que faz uma série de agradecimentos, um deles à escritora Giulia Pierro que, na edição anterior, enviou uma mensagem de ânimo e esperança para o Samuel e a outros detentos. Eles têm essa característica muito interessante e comovente: são incrivelmente gratos a qualquer gesto de afeição e solidariedade. E, mesmo com todo sofrimento da prisão e o estigma que os espera, manifestam sempre otimismo e esperança de recomeçar uma nova vida.

SAMUEL TEODORO

Agradecimento

Agradeço primeiro a Deus, em nome de Jesus, por ele me conceder a saúde que eu tenho, pela vida que me deu e pela oportunidade de servi-lo com todo o meu amor.Obrigado, Senhor, por fazer de mim um vaso precioso.
Agradeço a escritora de São Paulo–SP, a senhora Giulia Pierro, pelas palavras que me emocionaram. São pessoas como a senhora que nos dão mais ênfase para poder continuar a lutar pelos meus ideais. Obrigado pelo seu reconhecimento.
Agradeço a Nosso Senhor pela família que tenho, aos meus irmãos Daniel, Aldeone e Fernando, e ao meu filho Jhonatan Simões. E em especial a minha mãezinha a qual eu tenho orgulho de tê-la como mãe.
Mãe, abaixo de Deus, você é a minha pedra mais preciosa deste universo. Obrigado por existir e ser a minha mãe. Esta é a minha família abençoada por Deus.

Mulher maravilha

A minha homenagem é para Elizabeth, a irmã Beth.
Minha amada irmã Beth, é muito difícil encontrar uma palavra que possa definir tudo o que você representa para mim. Também pudera, uma pessoa tão especial como você é difícil mesmo encontrar algo que possa compará-la.
Vocês devem estar se perguntando: quem é esta mulher?
Bom, eu vou contar um pouquinho da vida desta mulher tão abençoada por Deus.
A irmã Beth é uma mulher determinada às razões sociais que ela dedica sua vida ajudando os menos favorecidos. Ela cuida de uma casa de menores abandonados que se chama Casa Lar de Apoio a Criança e ao Adolescente.
Ela tem uma super missão que é visitar os detentos da cadeia de Leopoldina e de Cataguases, ela se esforça o máximo para ajudar os presos. Estas são as suas prioridades.
Isto faz dela uma mulher abençoada por Deus.
Bom, vocês conhecerão o que esta mulher representa para nós, detentos.
Minha amada irmã, agora eu sei com que palavra vou te homenagear: Você é uma MULHER MARAVILHA!
Obrigado pela sua existência, eu me orgulho muito de tê-la como minha amiga e irmã em Cristo Jesus. Parabéns pelo que você representa para nós, que Deus, o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo possa te abençoar todos os dias de sua vida. Amém.
E lembre-se que estas palavras que escrevi, elas não são nada comparado ao que você representa para mim.
________________
Nota dos editores
O conteúdo dos textos é mantido na íntegra, só fazemos as correções mais necessárias para o entendimento do leitor. Os detentos, em geral, são muito religiosos, a maioria evangélica. Daí, mantermos as expressões de crença religiosa, embora o jornal Recomeço não tenha cunho religioso. Respeitamos a cultura dos presos, não fazemos nenhuma censura a relatos e expressões que retratam sua visão do mundo, de acordo com suas experiências de vida.

2 comentários:

  1. Marta Bellini15/6/07

    PARABÉNS! Graças a pessoas como vcs a vida fica digna.

    Abraços a todos do Jornal.


    Marta Bellini

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querida Marta. É uma força para o Recomeço tê-la como leitora. Abraços.

    ResponderExcluir

Comente