Wikipedia

Resultados da pesquisa

8 de jun de 2007

Detentos de Leopoldina

SOS SOCIEDADE

Aos Senhores Juizes, Promotores, Defensoria Pública e Sociedade local

Por que os defensores públicos, os juízes e promotores não nos visitam? A presença dos senhores em nossa comunidade carcerária é muito importantes para nós, detentos. Porque assim, os senhores poderão ver o que realmente se passa dentro de uma unidade prisional. Eu vou citar alguns dos problemas que nós enfrentamos e que nos afligem neste lugar.

1- Convivemos com pessoas com total insanidade mental no meio de nós, pessoas que eram para estar internados em uma clínica tendo tratamento especial, mas não estão. Nós perguntamos: “O que falta para que tomem providências a respeito dessas pessoas?”.

2- Nós temos companheiros de cela que já estão devidamente com suas cadeias pagas, já vencendo a liberdade e continuam presos. Pessoas condenadas a regime aberto e semi-aberto, mas a falta de condições financeiras impede que eles possam receber os seus benefícios. E ai fica mofando na prisão esperando só pela ajuda de Deus. Até quando vamos conviver com esta falta de humanidade? Isto nos faz crer que só ficam presos os mais carentes e os que não têm a mínima condição de pagar um advogado. Muitos falam: “Ah, mas eles têm a defensoria pública”. Realmente temos a defensoria, mas eles nunca vieram saber como estão passando os seus clientes, alguns dos nossos colegas não têm nem um defensor, isso nos deixa indignados, com esta falta de entusiasmo das autoridades responsáveis.

3- As condições de higiene são catastróficas, nos faltam vassouras, rodos, sabão, enfim material de limpeza. Nós temos aqui uma criação de ratazanas fantástica, só vendo para crer. Sabe o que é isso, caro leitor? É a falta de dedetização, isso faz com que multiplique a nossa criação.

4- ALIMENTAÇÃO: gostaríamos de convidar algumas pessoas para se deliciar com a nossa comida que é (saborooosa) Vou citar o nosso cardápio que é “sempre variado”, de segunda a sexta feira.
Segunda-feira: moela de galinha. De brinde, a capa da moela e repolho, arroz empelotado, sem sal. Feijão pré-cosido sem caldo.
Terça-feira: carne moída, ou seja, sebo com nervo moído, sem sal, batata doce ou às vezes abobrinha pré-cozida, arroz empelotado sem sal, o feijão e o arroz sempre assim.
Quinta e Sexta feira - geralmente vem mistura de rapa de frango, ou seja, sobras de um frango.
Aos sábados e domingos o cardápio é “especial”. Sábado no almoço, feijonada (feijão com nada). De brinde vem pé, orelha e pele com bastante gordura e pelo (sem sal) e na janta macarrão e salsicha.
Domingo: almoço carne de ...?????? Bom, eu não sei bem como explicar, mas "parece" carne. Jantar lingüiça “asia” e não Sadia.
Devem estar pensando que estamos inventando, mas basta você experimentar que você não vai mais querer comer outra comida senão a nossa. Ë por isso que apelamos: SOS SOCIEDADE.

Um comentário:

  1. Marta Bellini9/6/07

    Glória: parabéns pelo novo recomeço!

    Bjs

    Marta

    ResponderExcluir

Comente