Wikipedia

Resultados da pesquisa

10 de set de 2007

Cena absurda

Transcrição

Transcrevo dois comentários sobre a postagem abaixo
Terrorismo de estado, na qual mostramos uma cena absurda de dois detidos pelo Estado (é ilegal, independe sejam maiores ou menores) algemados e jogados no chão em local público.

Antônio César Pinheiro Cotrim
"Uma coisa é o crime praticado pelos jovens marginais, outra coisa é o crime institucionalizado com o nosso aval."
"Penso que todas as vezes que permitimos que uma exceção seja aberta aos outros, permitimos que essas mesmas exceções sejam aplicadas contra nós. O Estado não pode agir descumprindo as regras. O nosso descontentamento com a violência, o nosso medo, a nossa incredulidade, não podem ser argumentos para a vilência estatal. Isso é argumento de poder, onde os mais fracos sempre serão as vítimas. Uma coisa é o crime praticado pelos jovens marginais, outra coisa é o crime institucionalizado com o nosso aval. Não somos juízes de ninguém, principalmente se levarmos em conta que os miseráveis como esses rapazes já estão sofrendo pena de vida. Devemos pensar bem sobre isso."
-----------------------------------
Leonardo Mendes Amorim*

"A verdadeira ingenuidade está em acreditar que responder à violência humana com qualquer tipo de abuso vai resultar em alguma coisa melhor do que já temos!"

"Cada vez mais somos levados, inconcientemente, a justificar nossas atitudes, ou a de outras pessoas, em relação à violência, como uma relação de proporcionalidade. Por isso admitimos, que em certas situações, a violência estatal, ou mesmo a pessoal de auto-defesa, se justifica em face da violência maior sofrida... Às vezes me pego pensando assim e até mesmo concordando com isso.... é um instinto...Mas minha condição humana me exige mais do que uma reação instintiva frente à violência! Os grandes mestres da humanidade demonstram que é a não-violência o caminho a ser trilhado pela humanidade! Desta forma, apesar de minhas inusitadas fraquezas, minha consciência rechaça qualquer reação violenta do ser humano... por mais graves que sejam as condutas que lhe possam justificar!! Nosso sistema penal e a “justiça” que ela impõe já é uma reação suficientemente “devolutiva” para atribuirmos aos responsáveis pela nossa segurança outros abusos ! Não quero parecer ingênuo.... mas alerto que a verdadeira ingenuidade está em acreditar que responder à violência humana com qualquer tipo de abuso vai resultar em alguma coisa melhor do que já temos!"

*Oficial de Gabinete - Vara de Falências e Concordatas do Distrito Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente