Wikipedia

Resultados da pesquisa

7 de ago de 2008

Bravo, Latuff!


Outdoor censurado por Cabral volta

às ruas do Rio
Desenho do artista gráfico Carlos Latuff em cartaz crítico à política de segurança do governo Sérgio Cabral é alvo de censura.Para chefe da Casa Civil do governo carioca, desenho traz "mensagem grave e equivocada sobre a PM". Para Latuff, reação ao desenho é didática e serve de alerta: "Ninguém se comoveu com o assassinato da criança. As pessoas se incomodaram mais com a descrição do policial".
Fazendo Média
Estão nas ruas três novos outdoors com críticas à política de segurança do governo Sérgio Cabral. O desenho - do artista gráfico Carlos Latuff, que segue anexado - é o mesmo que incomodou o governador, a ponto de o chefe do Executivo telefonar para o desembargador Siro Darlan para se queixar (Darlan preside o Conselhode Defesa da Criança e do Adolescente, o Cedca, que patrocinou aprimeira veiculação dos outdoors, entre os dias 21 e 24 de julho).
Além disso, o chefe da Casa Civil, Régis Fichtner, afirmou à Agência Estado: "Liguei para o presidente do Cedca e ponderei que considerava a imagem de muito mau gosto, que isso não ajudava em nada a causa da criança e continha mensagem grave e equivocada sobre a PM".
Desta vez, a veiculação dos outdoors está sendo patrocinada por seis entidades: Grupo Tortura Nunca Mais, Justiça Global, DDH, Redede Comunidades e Movimentos Contra a Violência, Instituto Carioca deCriminologia e Projeto Legal.
O novo desenho traz uma tarja vermelha com a inscrição "CENSURADO", uma crítica à postura antidemocrática do Poder Executivo Estadual, que mobilizou a máquina administrativa para suprimir a liberdade de expressão.
Acompanha o desenho a pergunta: "Candelária, Vigário Geral, Baixada, Alemão,Acari, Providência.. . Estamos mais seguros?".
Nova censura
Os novos outdoors foram publicados neste domingo, 3 de agosto, e o contrato é de 14 dias. Entretanto, de segunda para terça-feira o cartaz exibido em frente à Secretaria de Segurança Pública,na Av. Presidente Vargas, apareceu pintado de branco, de modo que não é possível visualizar o desenho. As entidades já entraram em contato com a empresa, que prometeu repor o desenho ainda nesta quarta-feira.
Opinião do artista
- Em entrevista ao blog do Fazendo Mediawww.fazendomedia. com/diaadia/ protoblog. htm, o artista gráfico Carlos Latuff assim descreveu o conteúdo da ilustração que tanto incomoda o governador Sérgio Cabral:
"O desenho tem a mãe desesperada, berrando. O filho dela, uma criança, com uniforme de escola, baleada, morta. Ela estava indo ou vindo da escola.Provavelmente, como a imagem é de noite, estava voltando da escola. Mas isso não sensibilizou a maioria das pessoas. A reação a este desenho é didática e serve de alerta. Ninguém se comoveu com o assassinato da criança. As pessoas se incomodaram mais com adescrição do policial. Isso porque as instituições da repressão são sacrossantas, não podem ser maculadas. Independentemente de elas já estarem maculadas, comprometidas" .
Os pontos em que se encontram os novos outdoors são os seguintes:
1 - Rua Real Grandeza, esquina com Rua Visconde Silva (BOTAFOGO)
2 - Av. Presidente Vargas, em frente à Secretaria de Segurança(CENTRO)
3 - Av. Radial Oeste, em frente ao Museu do Índio (MARACANÃ)

Um comentário:

  1. Carlos Abreu8/8/08

    Bendito, Latuff, um dos poucos a clamar por justiça.

    ResponderExcluir

Comente